Rios Amantes

Por: Maria Maia 

entoa com clareza
a beleza do encontro

entre Juruá e Moa
( rios não correm à toa )

serpenteiam entre barrancos
formam praias, abrem flancos

às vezes cheios e belos
um negro, outro amarelo

mudam de formas e de curvas
rios amantes de ouvir boleros

um de água escura outro turva
Moa e Juruá se abraçam devagar

Rio Moa – Foto Sérgio Valle – Secom/Acre

ANOTE AÍ:

Maria Maia é artista da palavra e da imagem. Dirigiu filmes longa metragem como JK, Um Cometa no Céu do Brasil; Machado de Assis, Alma Curiosa de Perfeição; Glauber; Sousândrade, O Guesa Errante; Drummond, Poeta do Vasto Mundo; Portinari, Poeta da Cor; Darcy, Um Brasileiro e  Chico Mendes Vive, entre outros. Publicou poesia em antologias, jornais e revistas. Faz recitais. É mestre em Chi Kung e Tai Chi. Socióloga, antropóloga, mestre em Comunicação pela UnB. Nasceu no Acre e mora em Brasília.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.