Devastação da Amazônia é “crise internacional” e precisa ser discutida pelo G-7, diz presidente da França

Cresce a reação à devastação da Floresta Amazônia, patrocinada por Jair Bolsonaro; nesta quinta-feira, o presidente da França, Emmanuel Macron, classificou o aumento dos casos de incêndios como “crise internacional”; “Nossa casa está queimando. Literalmente. É uma crise internacional”, disse Macron, que pediu discussão pelo países do G-7 sobre o tema

Do Brasil 247 O presidente da França, Emmanuel Macron, se manifestou nesta quarta-feira, 22, sobre a devastação da Floresta Amazônia com o aumento dos casos de incêndios, estimulados pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Nossa casa está queimando. Literalmente. A floresta amazônica – os pulmões que produzem 20% do oxigênio do nosso planeta – está em chamas. É uma crise internacional”, escxreveu Macron pelo Twitter.

Macron pediu que os membros do G7 se reúnam para discutir o que classificiou como “emergência”.

Desde  o início de 2018, o Inpe, responsável por monitorar os focos de  queimadas no país, detectou mais de 72 mil pontos, especialmente em Mato  Grosso, Pará, Rondônia e Amazonas. O número representa aumento de 83%  em relação ao mesmo período em 2018.

Também nesta quinta-feira, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Gueterres, reforçou o apelo por mobilização internacional. ”Não podemos permitir mais danos a uma fonte importante de oxigênio e biodiversidade”, declarou Guterres.

Emmanuel Macron

@EmmanuelMacron

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via Whatsapp: 61 9 9611 6826.  

Comentários

%d blogueiros gostam disto: