Vamos experimentar o Tacacá? Quem beber mais de 3 cuias bebe fogo de velório. Se você gostar me espere
na esquina do purgatório.

Receita de Tacacá, de Luiz Bacellar (1928 – 2012)

Ponha, numa cuia açu
ou numa cuia mirim
burnida de cumatê:
camarões secos, com casca,
folhas de jambu cozido
e goma de tapioca.
Sirva fervendo, pelando,
o caldo de tucupi,
depois tempere a seu gosto:
um pouco de sal, pimenta
malagueta ou murupi
Quem beber mais de 3 cuias
bebe fogo de velório.
Se você gostar me espere
na esquina do purgatório.

Luiz Bacellar foi um poeta nascido em Manaus, apontado como um dos maiores nomes da literatura amazonense. No poema em análise, ensina o leitor a fazer tacacá, uma refeição típica da região amazônica.

Para quem não conhece os termos que são usados, o poema parece quase um enigma, por estar cheio de regionalismos. Trata-se de um prato feito a partir de produtos locais, que se acredita ser inspirado numa sopa indígena.

Com humor, o sujeito também avisa que a iguaria é muito picante e não deve ser consumida em excesso. Uma composição incomum, que segue a estrutura de uma receita, parece ser uma homenagem à gastronomia e aos costumes da região.

Fonte: Cultura Genial


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


 

Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA? 

ASSINE AQUI

Comentários

%d blogueiros gostam disto: