O Pajé e o Van Gogh

“O Pajé é entre outras coisas esse viajante entre mundos, tradutor e diplomata que tece alianças.
A política é também uma extensão da pajelança.”

Leandro Altheman Lopes

O Romeyá (pajé) Kamarati Perona Noke Koi observa um quadro de Van Gogh em Amsterdã.

A viagem do pajé e de sua comitiva foi possível porque nas discussões sobre mudanças climáticas há o interesse em conhecer também o ponto de vista de quem vivencia a Floresta ao seu modo.
Num primeiro olhar, tende a se atribuir a possibilidade desse encontro, às facilidades da globalização.
Mas o encontro do Pajé com o Van Gogh ecoa uma das funções clássicas atribuídas ao xamanismo: a possibilidade de encontros de mundos.
O Pajé é entre outras coisas esse viajante entre mundos, tradutor e diplomata que tece alianças.
A política é também uma extensão da pajelança.
 

Leandro Altheman Lopes – Acreano – Cronista da Resistência. 


Slide

VISTA NOSSA CAMISA
FORTALEÇA NOSSO PROJETO

DOAÇÃO - PIX: contato@xapuri.info


 

O Pajé e o Van Gogh

“O Pajé é entre outras coisas esse viajante entre mundos, tradutor e diplomata que tece alianças.
A política é também uma extensão da pajelança.”

Leandro Altheman Lopes

O Romeyá (pajé) Kamarati Perona Noke Koi observa um quadro de Van Gogh em Amsterdã.

A viagem do pajé e de sua comitiva foi possível porque nas discussões sobre mudanças climáticas há o interesse em conhecer também o ponto de vista de quem vivencia a Floresta ao seu modo.
Num primeiro olhar, tende a se atribuir a possibilidade desse encontro, às facilidades da globalização.
Mas o encontro do Pajé com o Van Gogh ecoa uma das funções clássicas atribuídas ao xamanismo: a possibilidade de encontros de mundos.
O Pajé é entre outras coisas esse viajante entre mundos, tradutor e diplomata que tece alianças.
A política é também uma extensão da pajelança.
 

Slide

VISTA NOSSA CAMISA
FORTALEÇA NOSSO PROJETO

DOAÇÃO - PIX: contato@xapuri.info

SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO