Bolsonaro assume ter ‘potencializado’ queimadas por ‘nova política’ na Amazônia

Segundo ele, a medida foi tomada por discordância da política ambiental de governos anteriores

Por Matheus Simoni 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assumiu hoje (30/10/19), durante evento a investidores na Arábia Saudita, ter “potencializado” as queimadas na Amazônia brasileira ocorridas nos últimos meses. Segundo ele, a medida foi tomada por discordância da política ambiental de governos anteriores.

“Há poucas semanas o Brasil foi duramente atacado por um chefe de estado europeu sobre as questões da Amazônia. Problemas que acontecem anos após anos, que é da cultura por parte do povo nativo queimar e depois derrubar parte de sua propriedade para o plantio para sobrevivência. Mas foi potencializado por mim exatamente porque não me identifiquei com políticas anteriores adotadas no tocante à Amazônia. A Amazônia é nossa. A Amazônia é do Brasil”, declarou.

Aos investidores, Bolsonaro voltou a culpar governos anteriores por políticas ineficientes. O presidente também disse aos investidores que “faltava comando” ao Brasil antes dele tomar posse e não havia “políticos sérios” em governos anteriores. Afirmou ainda que “o povo brasileiro confia em nosso governo”. “Sou capitão do Exército com muito orgulho. O que eu forjei no Exército vou utilizar no comando do país”, completou.

Fonte: Metro1

 

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: