Silêncio Guerreiro

De Márcia Wayna Kambeba (1979)

No território indígena,
O silêncio é sabedoria milenar,
Aprendemos com os mais velhos
A ouvir, mais que falar.
No silêncio da minha flecha,
Resisti, não fui vencido,
Fiz do silêncio a minha arma
Pra lutar contra o inimigo.
Silenciar é preciso,
Para ouvir com o coração,
A voz da natureza,
O choro do nosso chão,
O canto da mãe d’água
Que na dança com o vento,
Pede que a respeite,
Pois é fonte de sustento.
É preciso silenciar,
Para pensar na solução,
De frear o homem branco,
Defendendo nosso lar,
Fonte de vida e beleza,
Para nós, para a nação!

Márcia Wayna Kambeba é uma geógrafa e escritora brasileira de etnia Omágua / Kambeba que se dedica ao estudo dessas identidades e seus territórios.

No seu trabalho literário, fica evidente o ativismo pelos direitos dos povos indígenas e a denúncia das violências que sofreram e continuam sofrendo.

Silêncio guerreiro é um poema de resistência pacífica, no qual o sujeito enumera os valores que lhe foram transmitidos pela sua cultura. Defende que, por vezes, é necessário estar em silêncio e ouvir o pedido de socorro da própria terra.

Na composição, o eu lírico afirma que é preciso manter a calma e refletir profundamente, buscando novas formas de resistir e preservar os territórios indígenas e suas riquezas naturais.

Conheça mais sobre a autora, seu trabalho e história de vida, no vídeo abaixo:

Fonte: Cultura Genial

Block

Salve! Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você!

P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, em qualquer dia. GRATIDÃO!

continua depois da propaganda
Slide 1

VISTA NOSSA CAMISA
FORTALEÇA NOSSO PROJETO

DOAÇÃO - PIX: contato@xapuri.info

<

p style=”text-align: justify;”> 

continua depois da propaganda