Mães da Praça de Maio completam 41 anos de luta –

 As Mães de Praça de Maio, mulheres argentinas que saíram a procura de seus filhos desaparecidos durante a última ditadura militar (1976-1983), completam hoje 41 anos de luta sustentada em defesa das causas mais justas

Da Prensa Latina, via Portal Vermelho –

Completa-se mais um aniversário dessa batalha que, passado todo este tempo continuam em procura dos mais de 30 mil detidos-desaparecidos, as Mães são homenageadas nesta segunda-feira (30) nas redes sociais por dezenas de usuários que as agradecem.

As mensagens a estas grandes mulheres sentem-se com força em twitter, onde muitos argentinos e também grandes personalidades  agradeceram “as mães do povo”.

Por sua vez a deputada da Frente para a Vitoria, Cristina Britez ,sublinhou: “enfrentaram o terror. Superaram o medo. Nunca deixaram de procurar Justiça. Nunca exigiram vingança. Por tudo isto, quando dizemos ‘exemplo de luta’, não é uma frase feita. Ao contrário, dizemos que nos ensinaram e nos ensinam a lutar”.

Fotografias, frases e mensagens a essas mulheres guerreiras foram publicadas no twitter, onde as o #41añosdemadre e #41añosdelucha ocupam tendência na Argentina.

Diversas atividades de coletivos de direitos humanos se realizarão nestas jornadas e na sede da casa das Mães de Praça de Maio, sua presidenta Hebe de Bonafini comemorará os 41 anos de luta de uma maneira especial: cozinhar lentilhas com chocolate na sede da Associação.

Ao meio dia, mas no Cooperativa Hotel Bauen, as Mães de Praça de Maio-Linha Fundadora participarão em um almoço solidário organizado por H.I.J.Ou.S, que contará com a atuação de vários artistas.

Há 41 anos da primeira rodada aos pés da histórica pirâmide da Praça de Maio, as mães seguem ativas na luta, defendendo a memória dos detentos-desaparecidos, abraçando as causas mais nobres, uma luta permanente respaldada por milhares de argentinos que hoje lhe agradecem por seu exemplo de convicções e perseverança.

 

ANOTE AÍ:

Fonte: Prensa Latina

Anúncios

Comentários

X
%d blogueiros gostam disto:
preloader