Fauna Brasileira em cores: Um sonho de exposição na Chapada dos Veadeiros!

Por: Zezé Weiss

Salve! Pra quem perambula aqui por essas bandas quentes e secas do Planalto Central, tá pra acontecer uma linda novidade lá naquela terra mágica que a gente chama de Alto Paraíso, bem no coração da Chapada dos Veadeiros: Daqui a alguns dias, mais precisamente no dia 29 de setembro, começa a Exposição “Fauna Brasileira em Cores,” do artista cerratense Marcos Brasil.

Fauna Brasileira em cores”  é composta por uma coleção de 27 quadros pintados com a técnica acrílico sobre tela, todos de 90 cm x 90 cm, entre os anos de 2017 e 2018. Ao retratar belos espécimens da fauna brasileira com seus filhotes ou em seus ninhos, o artista expressa, em suas próprias palavras, “uma representação do eterno contínuo da vida.”
“Concebi este projeto de diálogo da minha arte com a preservação das espécies para chamar a atenção sobre os impactos da ação humana na natureza, que cada vez mais vem colocando em risco a fauna brasileira e a vida no planeta. É por isso que fiz questão de fazer um quadro para representar os riscos ambientais que acontecem em cada um dos 27 estados brasileiro,” explica o artista.

Em seu conjunto a exposição de Marcos Brasil é uma explosão de tons, do mais suave ao mais vibrante, que se entremeiam  na saudável exuberância de uma artista que sabe traduzir a essência das cores e das formas mais puras. Ali estão os galhos retorcidos das árvores do Cerrado, a vegetação do bioma onde o artista vive e, a cada dia, se inspira.

Em suas telas emergem as figuras  das crias com suas mães, eixo central dessa fascinante relação entre fauna e flora que vai, ao longo da história desse nosso combalido planeta terra, fazendo acontecer a fé na vida, em uma referência estética que identifica, sem sombra de dúvidas o traço marcante e único deste artista cerratense.

Essa é uma daquelas exposições que vale o esforço de uma viagem, vale mesmo!

 

ANOTE AÍ:

Pra quem não puder ir à Chapada dos Veadeiros  para a vernissagem no  dia 29,  18h (Casa da Cultura/Instituto Oca Brasil) a exposição fica aberta ao público de quinta a domingo, até 27 de outubro.

 

 

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: