Essa superlua, a de 14 de novembro de 2016, é nada mais, nada menos do que a maior (14%+) e mais brilhante (30%+) lua vista nos últimos 68  anos.  A última  vez que nossa lua apareceu tão grande e tão brilhante assim foi na metade do século passado, no ano da graça de 1948!

Segundo a ciência, o fenômeno conhecido como “superlua”  ou  “perigeu da lua cheia” ocorre quando as seguintes condições astronômicas se dão:

  1. A lua precisa estar  fase cheia, e posicionada do lado oposto da Terra com relação ao Sol. Assim, vista do nosso planeta, ela fica completamente iluminada.
  2. A lua  precisa estar mais próximo da Terra que o normal.
  3. Como a órbita da lua é elíptica, o caminho que ela faz ao redor da Terra não é um círculo perfeito. Por essa razão, como a distância do satélite em relação à Terra varia bastante, há momentos especiais de aproximação como esse.
  4. O momento em que a lua passa mais longe do planeta é chamado de apogeu. O momento em que a lua passa mais mais próxima de nós é chamada de perigeu. Como a superlua ocorre na fase da lua cheia, o fenômeno também se chama perigeu da lua cheia.
  5. O melhor momento para  apreciar essa “ilusão lunar” será quando ela começar a aparecer no horizonte – às 18h36  no dia 13 e,  às 19h42 no dia 14. Entretanto, dependendo do ponto de observação, essa super lua pode parecer apenas uma linda, porém lua cheia de tamanho normal, advertem os cientistas.
  6. Em geral, é considerada superlua toda lua cheia que apareça na região direita da órbita da Terra. É muito raro, porém, que o dia seja de lua cheia quando nosso satélite chega ao ponto mais próximo de aproximação com a Terra. Aí, o fenômeno passa a ser chamado de super-superlua.
  7. A super-superlua de novembro chegará a  apenas 356.509 km do nosso planeta Terra.
  8. Todos os anos, a lua cheia do mês de novembro é conhecida como a Lua do Castor. Diz a lenda que esse título resultou do fato de que no hemisfério norte os caçadores aproveitavam o tempo dessa lua para preparar as armadilhas que usariam para capturar os animais que lhes garantiriam as peles para protegê-los do duro inverno do ano seguinte.
  9. Em 2016, o ápice dessa super, super Lua do Castor será no 14 de novembro às  22h52.  O pico do perigeu será uma  hora depois, às 23h52.
  10. Pra nós aqui no Brasil, o perigeu vai acontecer  em plena luz do final da manhã do dia 14, bem próximo do meio-dia.

Mas, mesmo assim, a esperança anuncia uma lua muito mais linda nessas próximas horas. Vale a pena buscar um céu mais limpo, longe das luzes das cidades porque vai demorar um pouco pra outra lua dessas aparecer de novo.

Fonte originária dos conteúdos desta matéria:  chat_bubble_outline

órbita da lua

 

About The Author

Eduardo Pereira

Produtor Cultural

Related Posts