Gaya

Gaya Dentre o caos, serpenteia além-tempo: havia ali tanto, quando, na escuridão, que deu a si mesma um clarão insano, de varrer espaços, criar estrelas, de amar planetas: cobrir-se deles, todos. ...

Sua aura, sua alma

Sua aura, sua alma; a vertigem de tocar os olhares, e, pois, por as mãos em você. Talvez o toque aveludado de suas costas que descem e vem cascateando em minhas mãos asperejando o desejo que jamais ti...