ninguém solta

Ninguém solta a mão de ninguém!

Ninguém solta a mão de ninguém! Por: Zezé Weiss O carro alegórico que fechou o desfile da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti trazia estampada a clássica imagem de duas mãos segurando uma flor, envoltas pela fr...

Sabão de Tingui, Sabonete Kalunga

Sabonete Kalunga, Sabão de Pequi Por: Zezé Weiss O primeiro presente que me lembro de ter ganhado foi uma bola de sabão de tingui, bem redonda, bem grandona, de minha avó preta, Maria Feliciana de Jesus, no m...

A primeira das Marias

De minha irmã Iêda Vilas-Boas, escritora e conselheira da revista Xapuri, ganhei hoje este lindo poema. Compartilho por seu valor literário, e também  por ser uma uma homenagem à irmandade, à amizade e à solida...