Cuba tem antiviral para tratar coronavírus e pode exportá-lo

Funcionário desinfeta trem do metrô na Cidade do Panamá

Nos surtos de outros coronavírus e Sars, os interferons foram usados para prevenção e tratamento, explica a vice-presidente do CIGB, Marta Ayala.

“Os interferons são moléculas que o próprio corpo produz contra ataques virais. É uma primeira defesa natural do sistema imunológico para combater a entrada do vírus e inibi-lo”, acrescenta.

Mas o coronavírus, em vez de induzir a produção de interferons, diminui. “De alguma forma, administrar o Interferon de fora pode ser uma abordagem correta em meio à variedade de tratamentos utilizados”, avalia.

O medicamento é administrado através de injetáveis, mas na China foi aplicado por nebulização “porque é uma via rápida de chegada aos pulmões e atua no estágio inicial da infecção”, afirmou Ayala.

Até agora, quatro casos de coronavírus foram registrados na ilha.

O governo está produzindo 1 milhão de máscaras. O turismo é um importante motor da economia cubana. No momento, o governo não previu o fechamento de suas fronteiras e reforçou o controle de entrada.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: