O mandacaru (Cereus jamacaru), ou cardeiro, planta popularizada em todo o Brasil pela letra da música “Xote das Meninas”, de Luiz Gonzaga e Zé Dantas, é uma cactácea nativa do Brasil, cujas floradas brancas que duram uma só noite – desabrocham ao anoitecer e murcham pela manhã – anunciam “o fim da seca” nas regiões mais áridas, em especial na Caatinga nordestina.

Abundante nas áreas rurais da Caatinga brasileira, o mandacaru, essa planta espinhenta que alcança até seis metros de altura e sobrevive às secas devido a sua grande capacidade de captação e retenção de água, é importante para a restauração de solos degradados, serve como cerca natural e alimento para os animais, sobretudo nos períodos de longa estiagem.

As flores brancas e os frutos do mandacaru, de cor rosáceo-violeta, polpa branca e pequenas sementes pretas, servem de alimento também para as pessoas e para as aves da Caatinga, como o periquito-da-caatinga e a gralha-cancã. Como o mandacaru não tem folhas, é planta que não faz sombra e depende dos seus espinhos para se defender dos animais herbívoros que perambulam entre suas touceiras em formato de candelabro.

A espécie demorou milhões de anos para se adaptar ao Semiárido brasileiro e, daí, para servir de planta ornamental no Brasil inteiro. Sua existência, porém, encontra-se vulnerável pelo desmatamento das áreas de Caatinga. A extinção do mandacaru representará uma perda para o ambiente, para a agricultura, para a economia e para a cultura do povo nordestino.

Fontes: www.cerratinga.org.br, www.wikipedia.org, www.aulete.uol.com.br, www.infoescola.com

About The Author

Related Posts

Deixe uma resposta