Em mais uma bravata, Bolsonaro diz que pessoas de esquerda “não são normais”. Ele é?

No mesmo evento em que reclamou de “tanta oposição” e disse que sua vida “praticamente acabou depois das eleições”, Jair Bolsonaro também voltou a atacar a esquerda nesta quinta-feira 16/I. Em mais uma de suas bravatas genéricas, disse que pessoas de esquerda não devem ser tratadas “como se fossem normais”.

“Não dê chance para essa esquerda. Eles não merecem ser tratados como se fossem pessoas normais, como se quisessem o bem do brasil, isso é mentira. Não podemos em 2022 chegar na situação que chegou a Argentina no corrente ano ou como está caminhando o Chile, que está caminhando para o caos, o socialismo”, disse Bolsonaro durante cerimônia sobre mudança de comando da Operação Acolhida, referindo-se ao novo presidente argentino, Alberto Fernández, que venceu o ultraliberal Mauricio Macri na eleição do ano passado.

“Temos outro país aqui no Brasil. Quis o povo me eleger para governar aqueles que no passado colocaram o país na dificuldade que se encontra. Não adianta ter raiva, culpar os outros, achar que sem cada um fazer sua parte vai garantir dias melhores. Peço a Deus que continue abençoando o nosso Brasil, abra a mente de quem está do lado da esquerda. Essa maldita esquerda que não deu certo em lugar nenhum e que quer que ela volte ao poder. Agradeço a Deus pelo milagre da eleição”, disse ainda.

Fonte: Conversa Afiada

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: