PASSAMENTO

Por Gabriel Priolli

Começam hoje as demissões na TV Escola. Cerca de 100 funcionários deverão ser notificados.

É o início do fim da emissora educativa criada há 20 anos e que cumpre importante função social, sobretudo junto a comunidades do interior, que têm acesso à televisão apenas por antenas parabólicas.

Ali onde reinam os canais da bíblia e do boi, e os programas da bala, a TV Escola era uma das únicas janelas de conteúdo elevado, realmente útil.

Com mais essa decisão criminosa do Governo Bolsonaro, o governo do desmanche, vai acabando a estrutura federal de comunicação pública. A EBC já foi desidratada e a TV Brasil parece destinada à privatização.

Tudo ao gosto da mídia privada. Essa que a Constituição obriga à finalidade educativo-cultural e à diversidade de conteúdo, mas é descumprida rigorosa e impunemente.

Essa que é a voz do mercado, pelo mercado, para o mercado, e nada faz além de vender: produtos, serviços, pessoas, o deus do dinheiro, a ideologia do egoísmo, da cobiça e da avareza.

Ninguém lerá editoriais candentes nos jornais, nem verá reportagens escandalizadas nos telejornais, sobre a agonia da TV Escola.

Hoje é dia de júbilo silencioso na comunicação privada, o dia em que matam um canal público.

Fonte: Facebook

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: