Desde 22 de fevereiro está aberta ao público a exposição “Entre Rios – Entre nós” no Museu da República em Brasília.

O conjunto de bordados da exposição é um registro poético-visual que simboliza a luta pelos valores humanos, sociais e ambientais e cumpre a função da arte de educar e mobilizar o visitante para mergulhar nas águas da sensibilidade e da convivência harmoniosa com a natureza.

Coleção de telas bordadas pelo grupo Matizes Dumont – “O rio que mora em mim”

 A exposição percorre os caminhos da memória e da revitalização de saberes, dialoga e fortalece a cultura e o patrimônio imaterial brasileiro, a biodiversidade, contribui para ampliar a discussão em torno da água e da busca da paz.

Abertura da Exposição em 22 de fevereiro de 2018 – Obra “Festa na beira d’água

A exposição apresenta duas partes:

  1. O rio que mora em mim: Produção criativa de autoria do  Grupo Matizes Dumont, um registro da vida na beira d’água em forma de 16 telas bordadas em diferentes técnicas;

Abertura da Exposição em 22 de fevereiro de 2018 

Painéis bordados pelo grupo Matizes Dumont

Obra: “Rio São Francisco”    

      Obra: “O menino e a bicicleta”

  1. Gente Que Borda Entre Rios – Além das obras do grupo Matizes Dumont a exposição conta também com 16 painéis bordados por participantes de projetos sociais em comunidades ribeirinhas e por pessoas que se movimentam para proteger as águas.

 Painéis bordados pelos participantes dos projetos sociais

O trabalho “Gente que Borda Entre Rios” vem sendo realizado em diferentes momentos e tem (a)bordagem e motivos criados pela realidade. É um movimento iniciado em 1999 na região do Rio São Francisco durante oficinas do Caminho das Águas e vem sendo ampliado e pespontado silenciosamente durante oficinas com grupos de mulheres interessadas em bordar águas, bordar a vida em várias regiões brasileiras até os dias de hoje em 2018 durante o desenvolvimento do Projeto Entre Rios.

Projeto Entre Rios é uma ação de Educação Ambiental coordenada pela Ñanduti Planejamento Projetos em parceria com Matizes Dumont.

A exposição ficará aberta ao público até o dia 1º de abril de 2018, das 9h às 17h30. 

 

 

Fonte:matizesdumont

Imagem de capa: quadro “Na beira do rio”.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826

Anúncios

Comentários