Brasília Na Mala, Na Alma, Na Lama…
Por TT Catalão
QDO CHEGUEI
TRAZIA UMA
IDEIA DE CIDADE
NA MALA;

QDO FIQUEI
FOI PRA FAZER A
VIDA DA CIDADE
NA ALMA;
QDO LUTEI FOI
PARA IMPEDIR
Q A CIDADE
CAÍSSE
NA LAMA….
NA MALA, NA ALMA, NA LAMA…

eu tenho muitas brasílias dentro de mim, há 47 anos testemunho a construção da alma de uma cidade q por ser utópica se fez atípica e teima renascer das suas ruínas a cada catástrofe e assim recusa calúnias clichês…
das muitas brasílias q me habitam a mais permanente é a q luta para fazer mais habitável a intransigência das castas invasoras e dos mambembes brincantes mantenha-se a origem imaginária em sua simbólica paixão candanga sem canga – festas nas frestas sob os princípios dos lúcidos lúcios traços, idéias e pensamentos para um brasil abortado por golpes e torturas (físicas, mentais, culturais, econômicas etc e tais…)
entre muitas brasílias pertencer a das contradições irriquietas, inacabada, torta feito o cerrado, projétil em processo q nunca será encerrado pq uma cidade nunca ficará pronta: pq o q está pronto, está acabado…
ao conviver com tantas brasílias, sofrer, ser mal tratado, traído, mesmo dolorido, celebro o cristal motriz, nutriz e matriz q não deve se apagar qdo imperar a estúpida ignorância dos q a querem pequena, tosca, infame e crosta…
renascer entre muitas brasílias, algumas lindas e estranhas, outras bestiais e hostis e várias, sem bossa, boçais e imbecis é a tarefa dos artistas q sopram, incansáveis, as narinas da criatura para fazer valer os atos libertários da Criação;
é reaprender esse amor na anônima, árdua e extenuante entrega de todo dia para confirmar q a amamos e relevamos as pequenas amnésias nos afetos, desvios institucionais, omissões políticas; amor irracional para não dar tanto peso assim a frivolidade das brasílias q insistem em descumprir os ritos das suas linhas de ousadia, q não se atreve às trevas; q dorme e baba no controle das telas…provocar as brasílias até a redenção dos seus pecados originais e convocar forças narcotizadas por grana, cargos e aparências, revogar infames decretos, explodir redutos secretos, reinaugurar o valor da cidade até valer a vida, o sonho, o prazer e a a festa coletiva de cada cidadão manifesto na praça dos 3 milhões de poderes…pela retomada dos pilotos (sujeitos) sobre esses péssimos (abjetos) planos…
NA MALA, NA ALMA, NA LAMA…
Imagens colorizadas artificialmente ITcom/ Arquivo Publico DF Mario Fontenele/ Joe Heidecker-áustria / Frank Scherschel, Dmitri Kessel, Paul Popper LIFE / Yves Moncler Manchete / Tinor Jablonsky IBGE /

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA? 
ASSINE AQUI

continua depois da propaganda