fbpx
CABELO-DE-ÍNDIO: DEPOIS DO FOGO, A FLORADA

Cabelo de Índio: depois do fogo, a florada

Cabelo de Índio: depois do fogo, a florada

À medida que o frio chega com seu vento seco, nós daqui do Cerrado vamos nos preparando para viver a agonia das queimadas…

Por Zezé Weiss

Ano sim, ano sim de novo, aos poucos o ar vai se enchendo de fumaça, até ser totalmente tomado pelas cinzas dos troncos retorcidos, destroçados pelas labaredas do desmatamento.
Em meio a essa tragédia, uma linda flor branca, conhecida como cabelo-de-índio, insiste em resistir. Horas, apenas 24 horas depois do fogo forte, a Bulbostylis paradoxa, uma erva perene da família Cyperaceae, desabrocha esplendorosa.
Dados sobre essa fênix do Cerrado, que literalmente rebrota das cinzas, estão no estudo From ashes to flowers: a savanna sedge initiates flowers 24 hours after fire, da pesquisadora brasileira Alessandra Fidelis, publicado na revista Ecology em março de 2019.
Uma extensa matéria do professor José Tadeu Arantes, com mais informações sobre a Bulbostylis paradoxa, bem como sobre a presença e consequências do fogo na savana mais biodiversa do planeta, agravadas pela expansão da fronteira agrícola, encontra-se disponível em: https://ciclovivo.com.br/planeta/meio-ambiente/planta-do-cerrado-floresce-queimada/.

 

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
COM SEU APOIO, NÓS FAZEMOS A XAPURI ACONTECER. DOE AGORA. QUALQUER VALOR, VIA PIX.
IMG_8019
ABRA O APLICATIVO DO SEU BANCO, APONTE PARA O QR CODE E, PRONTO, É SÓ DOAR. GRATIDÃO!