fbpx
CasaPark
Processed with VSCO with a2 preset

CasaPark realiza última palestra do ciclo de sustentabilidade lucrativa

CasaPark reuniu profissionais renomados em última palestra do ciclo de sustentabilidade lucrativa

Na última quinta-feira, dia 7 de dezembro, o CasaPark recebeu o último evento do ciclo de palestras sobre sustentabilidade lucrativa, projeto que ao longo do ano promoveu diversos workshops com propostas sustentáveis. Idealizado pela ONG WWF-Brasil, Sebrae-DF, CasaPark e Spirale Arquitetura, os eventos ressaltaram a importância de projetos que respeitem o meio ambiente.

 

Com o tema design e sustentabilidade para a área da construção, o último encontro reuniu representantes da ITA Construtora,  Amata, Triptyque e Alephzero que relataram suas experiências com madeira legal e responderam as dúvidas do público, em sua maioria formado por estudantes e profissionais das áreas de arquitetura, design, construção civil e paisagismo.

 

Um dos tópicos da conversa foi o ‘Arranha-céu de Madeira’, projeto de uso misto, construído totalmente em madeira certificada. A proposta apresenta soluções inovadoras não apenas em função do material empregado como também por sua agilidade e durabilidade. O edifício é iniciativa da Amata e prevê a construção de uma torre escalonada de 13 pavimentos, que totaliza 4.700 m² de área construída, contando com espaços de coworking, coliving e restaurantes.

O ‘Moradias Estudantis’ em Formosa do Araguaia – TO também foi tema do bate papo. Assinado pela ITA Construtora e Alephzero, o projeto trata-se de uma unidade de ensino rural, localizada em região de clima quente (seco no verão e úmido no inverno) onde coexistem três biomas – Cerrado, Pantanal e Amazônia – e historicamente marcada por conflitos de terra, entre índios, pecuaristas, agricultores, posseiros e, mais antigamente, exploradores de madeira nativa. Os alunos provêm de famílias com baixíssimo poder aquisitivo, muitos deles com a vivência anterior de casas desprovidas de instalações corriqueiras. Os mil metros cúbicos de madeira laminada colada, utilizados na obra das Moradias Estudantis de Tocantins, correspondem a cerca de cinco vezes a média de produção mensal da ITA Construtora.

 

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO