Amor

Teu Nome: Maria Lúcia 

Este poema, obra do grande Vinícius de Morais, vai, especialmente, para Maria Lúcia Resende Silva, integrante companheira e solidária da Equipe Xapuri. Carinhos! TEU NOME Teu nome, Maria Lúcia Tem qualquer co...

Levando… ardendo… queimando

Por Lília Diniz Aprendi com nossa mãe a velar com os fios das madrugadas Velar tem os encantos e mistérios dos rosários não rezados pelos lábios incansáveis e madrugadeiros de nossa mãe Ressoa nas paredes ...

Meu coração sorrateiro

da última vez meu coração sorrateiro faz canção de bem-te-vi e ao som de um bolero no laço do teu abraço vira flor de sabugueiro cheiro de mato capim bravo com a sede do deserto pede água chega perto rodopia t...

A Perda

Por Fernanda Villas Bôas Quando se perde o amor Perde-se a si mesmo Os cacos ficam espalhados E você pisa falso Não há como colar O ser que ama Ama por inteiro E não há mais porta para abrir...

Minha Mãe

Por Vinicius de Moraes Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo Tenho medo da vida, minha mãe. Canta a doce cantiga que cantavas Quando eu corria doido ao teu regaço Com medo dos fantasmas do telhado. Nina o...

Mãe: Ensinamentos

“No coração envelhecido de uma mãe, os filhos regressam sempre tarde.” – Mia Couto, em “O Último Voo do Flamingo”. Lisboa: Editorial Caminho, 2000. ENSINAMENTOS Minha mãe achava estudo a coisa mais fina do ...