Homenagem

Poema de Finados

POEMA DE FINADOS / Manuel Bandeira Amanhã que é dia dos mortos Vai ao cemitério. Vai. E procura entre as sepulturas A sepultura de meu pai.   Leva três rosas bem bonitas. Ajoelha e reza uma oraçã...