Homenagem

Poema de Finados

POEMA DE FINADOS / Manuel Bandeira Amanhã que é dia dos mortos Vai ao cemitério. Vai. E procura entre as sepulturas A sepultura de meu pai.   Leva três rosas bem bonitas. Ajoelha e reza uma oraçã...

A Professora

Por Jacira Rocha Reis  Longa é a jornada... Paro um instante, Volto a contemplar O caminho percorrido É tão comprida a estrada E talvez ainda tenha tanto o que andar... Verdes, lá atrás estão as árvore...