Poemas Revolucionários

COMO ERA BOM

COMO ERA BOM Chacal o tempo em que marx explicava o mundo tudo era luta de classes como era simples o tempo em que freud explicava que édipo tudo explicava tudo era clarinho limpinho explicadinho tudo muito m...

ARGONAUTAS DAS ESTRELAS

ARGONAUTAS DAS ESTRELAS ("ninguém salva ninguém...?!") batista filho argonautas das estrelas não fomos divididos em tripulantes de primeira e de segunda classes e de condenados às galés. a divisão por cas...

Tira teima

Tira teima Bernardo Vilhena Tire a faca do peito e o medo dos olhos Ponha uns óculos escuros e saia por aí. Dando bandeira Tire o nó da garganta que a palavra corre fácil sem desculpas nem contornos Direta: d...

Contranarciso

Contranarciso em mim eu vejo o outro e outro enfim dezenas trens passando vagões cheios de gente centenas o outro que há em mim é você você e você assim como eu estou em você eu estou nele em nós e s...

Poesia marginal

Poesia marginal Flávia Neves   A Poesia Marginal foi uma nova concepção artística que surgiu na década de setenta, durante um período de forte repressão e censura imposta pela ditadura militar. Esse...

Poesia Perigosa: A meu Partido

Poesia Perigosa- A Meu Partido Pablo Neruda in (Confesso que Vivi).  A meu Partido Eu preconizo um amor inexorável. E não me importa pessoa nem cão: Só o povo me é considerável, Só a pátria é minha condiç...

SÓ O SONHO…

SÓ O SONHO... (parte I) batista filho os deuses concluíram o que tinham por fazer na criação. os avatares concluíram suas missões. quanto a nós (nesse mundo de ilusão) é fazer a nossa parte ... infelizmen...