Anúncios

DE ANGELA, FILHA DO CHICO MENDES, PARA DAVI YANOMAMI: 30 ANOS, E CÁ ESTAMOS!

Caro Davi,

Sim, querido companheiro de luta do meu pai, lá se vão quase 30 anos… Tanto chão ele percorreu, tantos sonhos ele sonhou, e cá estamos nós, firmes na luta,  trabalhando muito para honrar a memória e manter vivo o legado de Chico Mendes!

De lá pra cá, você sabe, Davi, muita coisa mudou e coisa mudou e muita coisa permaneceu igualzinho!

Do que avançou, tem conquistas importantes como as Reservas Extrativistas Florestais e Marinhas que garantem a vida, a cultura, a ancestralidade e a dignidade de milhares de famílias e asseguram a preservação de mais de 66 milhões de hectares de florestas e um tanto de manguezais e ecossistemas litorâneos e suas muitas formas de vida.

Do que ainda permanece  igual,  você sabe que seguem as mortes, os conflitos pela posse da terra e do território e a violência contra lideranças indígenas e extrativistas, agora fortalecida pelo parlamento brasileiro e sua bancada ruralista endinheirada que tem retirado direitos duramente conquistados por esses nossos povos.

Por mim, que, como você disse, nasci semente e tenho compromisso com o DNA que carrego, como Coordenadora do Comitê Chico Mendes e membro do Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS) tento fazer uma ponte entre os sonhos e a dura realidade que ainda precisa ser mudada.

Te conto que no ano passado criamos um Núcleo Jovem no Comitê Chico Mendes, baseados na Carta Aos Jovens do Futuro que o Chico deixou e onde fala do sonho de ver uma Revolução Socialista protagonizada pelos e pelas jovens desta geração de 2020, estamos trabalhando nisso e precisamos que a juventude  do mundo todo leia esta carta e que seja tocada por ela.

Também, seguindo a trilha que você e meu pai traçaram junto com outros companheiros e companheiras, penso  que precisamos fazer uma Aliança dos e das Jovens da Floresta, onde jovens indígenas e extrativistas se unam e façam essa Revolução armados apenas com o amor por essa floresta e a vontade de mudar o mundo, assim como o Chico fez!!!

Gratidão por sua mensagem e por seu carinho. Seguimos firmes na caminhada!

Angela Mendes

 

 

ANOTE AÍ:

Angela Mendes escreveu esta nota em resposta à mensagem de Davi para as filhas e filho de Chico Mendes, publicada pela Xapuri. Veja a mensagem de  Davi Davi Kopenawa Yanomami – grande líder da floresta, em depoimento a Zezé Weiss para o livro Vozes da Floresta, Ed. Xapuri, 2010. A data (20 anos) foi ajustada no texto (30 anos), que em todo o resto continua exatamente como no depoimento original, gravado em Boa Vista, Roraima, no primeiro semestre do ano de 2010.

Davi Yanomami: Mensagem para as filhas e filho de Chico Mendes – 

Faz quase 30 anos que Chico Mendes, nosso amigo, morreu. E eu deixo uma mensagem para os filhos do Chico Mendes. Deixo o pensamento positivo que o pai deles tinha. Desejo que os filhos do Chico Mendes sejam tão bons como o pai que eles tiveram.

Os filhos devem seguir o caminho do pai, continuar a luta do pai. Pegar a mesma bandeira. Os filhos do Chico Mendes devem lembrar sempre do sonho de seu pai; não devem se esquecer de quem são filhos. É preciso mostrar de onde partimos aonde vamos chegar. Não pode negociar, enfraquecer, nem esmorecer na luta.

Não tem dinheiro que pague um pedaço de floresta. Os filhos do Chico Mendes não são índios, mas são nap+pe (não-indígenas) da floresta. Os fazendeiros sãos os besouros grandes que cortam a floresta. Os mineradores são o tatu grande que faz buraco e destrói. São como tatu-canastra – os mineradores, com unhas grandes, cavando lá no fundo em busca das riquezas da terra.

Nós, lutadores, nunca vivemos e nem morremos sozinhos. Nós confiamos em nossos líderes. O Chico já viveu e, agora, el cuida de nós. Nós, homens da floresta, somos frutos da terra, da força da natureza.  Eu sou fruto, meu pai era fruto. Eu sou semente de  meu pai. Semente do meu povo. Os filhos do Chico Mendes são sementes que devem continuar a luta.

Quero convidar o Sandino, filho caçula do Chico Mendes,e a Angela e a Elenira, filhas do Chico, para nos unirmos contra a destruição da floresta. E estender minha mensagem em nome do meu povo Yanomami para todos aqueles que lutam pela natureza no Acre e na Amazônia.

Foto: Revista Cult

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: