A primeira reforma agrária da América

Por Eduardo Galeano

Aconteceu em 1815, quando o Uruguai ainda não era país, nem se chamava desse jeito.

Em nome do povo sublevado, José Artigas expropriou as terras dos maus europeus  e piores americanos, e ordenou que fossem repartidas.

Foi a primeira reforma agrária da América, meio século antes antes que Lincoln e um século antes que Emiliano Zapata.

Projeto criminoso, disseram os ofendidos, e, para completar, Artigas advertiu:

Os mais infelizes serão os mais privilegiados.

Cinco anos depis, Artigas, derrotado, foi para o exílio, e no exílio morreu.

As terras repartidas foram arrebatadas dos mais infelizes, mas a voz dos vencidos continua dizendo, misteriosamente:

Ninguém é mais que que ninguém.”

Eduardo Galeano – Jornalista e escritor uruguaio (1940-2015), em “Os filhos dos dias”, Editora L&PM, 2a edição, 2011.

Imagem de Capa: José Artigas – Reprodução UFSCA

 

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: