Novembro Azul

E eis que novamente o azul toma o lugar do cor-de-rosa de outubro. É o Novembro Azul, movimento internacional que surgiu na Austrália em 2003, para chamar a atenção para os cuidados com a saúde masculina.

Lá, em seu berço, o movimento é conhecido como MOVEMBER, junção das palavras moustache (bigode em inglês) e november (novembro em inglês).  Em todos os lugares, a ideia é alertar os homens para a necessidade de prevenção do câncer de próstata, da depressão, dos acidentes de trânsito, da morte por causas externas e outras doenças. Ou seja, embora seja o câncer de próstata o alvo central do Movimento, a questão é mais ampla; o alerta é de que é preciso cuidar da saúde do homem, na sua amplitude.

A razão é simples: o homem é um descuidado consigo mesmo. Dados do SUS (Sistema Único de Saúde) mostram que os homens vão menos ao médico. Alguns se julgam invulneráveis, outros têm medo de “achar” doença, e há ainda os que acreditam que consultório médico foi feito para crianças, mulheres e idosos. A cultura de “visita” ao médico é mais comum na população feminina, com a primeira menstruação, a gravidez, os exames de Papanicolau de rotina. A prevenção não é ensinada ao homem. A campanha se repete todos os anos, sobretudo com esse intuito: mudar percepções, estigmas e valores.

O que é a próstata? 

A próstata é uma glândula exclusivamente masculina, localizada na parte inferior do abdômen. É um órgão pequeno que produz sêmen, líquido espesso que contém espermatozoides e que é liberado durante o ato sexual.

O câncer de próstata no Brasil

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de próstata é considerado uma doença da terceira idade (3/4 dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos) e é o segundo tipo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma.

De acordo com o levantamento “O Fardo Global do Câncer 2013” (publicado no periódico Journal of the American Association Oncology), que calculou a incidência, morbidade e custo social dos 28 principais tipos de câncer em 188 países, o número de novos casos de câncer de próstata no Brasil disparou 414% entre 1990 e 2013, passando de 18,7 mil para 96,3 mil. Ainda que se considere apenas a incidência da doença, isto é, a quantidade de diagnósticos a cada 100 mil habitantes, o que permite descontar fatores como crescimento populacional, o aumento ainda é grande, de 127,9%, tendo o índice se elevado de 26,52 para 60,44 no mesmo período. A doença mata cerca de cerca 15 mil homens por ano no Brasil.

Vale notar que, no caso do Brasil, o aumento observado nas taxas de incidência pode ser justificado, parcialmente, pela evolução de métodos diagnósticos (acessibilidade a exames), melhoria nos sistemas de informação e pelo aumento da expectativa de vida.

Como e quando prevenir?  

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todo homem acima dos 50 anos faça regularmente o PSA (dosagem do antígeno prostático específico) e o exame de toque. Homens com histórico familiar de câncer de próstata devem avisar o/a médico/a, para que seja definida a melhor conduta.

Mais importante que o PSA e o exame de toque é fortalecer a relação homem–saúde, criando a cultura de consultas de rotina, a procura e atendimento médico para prevenção depois dos 30, 40 anos, de janeiro a janeiro.

Hábitos saudáveis como realizar atividade física regular, ter uma alimentação rica em fibras, com redução de gorduras, principalmente de origem animal, diminuir o consumo de bebida alcoólica e não fumar são formas fundamentais de prevenir o câncer de próstata e outras doenças que prejudicam a saúde do homem.

HÁBITOS E FATORES DE RISCO

  • Herança genética
  • Idade (maiores de 50 anos)
  • Fumo
  • Diabetes
  • Sedentarismo
  • Bebida alcoólica
  • Obesidade
  • Dieta rica em gordura e pobre em fibras

FABIOLAFabíola Silva  
Médica, formada na ELAM (Cuba), integrante do programa Mais Médicos

About The Author

Este artigo foi escrito por um autor convidado da Xapuri. Caso queira enviar uma colaboração especial para nós, saiba que ela será muito bem-vinda! Artigos pertinentes e bem escritos serão publicados aqui em nosso site.

Related Posts

Deixe uma resposta