Por Eduardo Pereira

Distante cerca de 270 quilômetros de Belo Horizonte, com apenas 786 habitantes, Serra da Saudade, localizada na região centro-oeste de Minas Gerais, é, segundo dados do IBGE, a menor cidade do Brasil. Depois dela vem Borá, no estado de São Paulo, com 836 habitantes, e Araguainha, no Mato Grosso, com 956 almas viventes.

A menor cidade do Brasil é um dos oito municípios pertencentes ao circuito conhecido como “Caminhos do Indaiá”, em referência ao Rio Indaiá, que corta a região.  Existem, em Serra da Saudade, muitos atrativos turísticos, alguns deles tombados pelo patrimônio histórico.

Um deles é Barra do Funchal, onde bifurcam os rios Funchal e Indaiá. Em alguns trechos do rio é possível fazer canoagem e outros esportes aquáticos, além de pescaria. Outro local tombado pelo patrimônio histórico para visitação é a antiga ponte por onde trafegavam os viajantes que iam trabalhar na construção de Brasília, na década de 1960.

Construídos para abrigar a antiga ferrovia, os túneis desativados encontram-se muito bem conservados, segundo a Prefeitura, principalmente pelo material com que foram construídos, e são verdadeiros monumentos em meio a uma vegetação de cerrado. Não há sinais de degradação ou vandalismo, e isso chama a atenção.

Para quem gosta de fazer trilhas, caminhadas e cavalgadas, ou enduro equestre, há várias estradas e lugares para respirar ar fresco e se exercitar. Também há cachoeiras, vales, mirantes e nascentes, como a “Nascente da Balofa”, outro atrativo na cidade.

Eduardo Pereira – Sociólogo, com informações da Prefeitura Municipal de Serra da Saudade e de matérias publicadas na imprensa nacional.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Leave a Reply

Your email address will not be published.