Quando Nibiru manda lembranças
Lá vem ele! O astro arrebatador Nibiru, também conhecido como Planeta X, a deslizar pelo espaço, pronto para se chocar com a Terra…
Por Maria Félix Fontele
Ele que já veio muitas vezes e nunca chegou. Que ainda não foi visto, pois viaja clandestino; espécie de fantasma a nos assombrar e a nos atrair para o fosso do invisível, e sabe-se lá o que existe nesse reino abismal.
 
Lá vem o corpo celeste como menino ladino, em ritmo de esconde-esconde. Um dia ficará cara a cara conosco? Milenaristas, teóricos da conspiração e religiosos afirmam diariamente que o fim está próximo. Até o papa teria dito: “Orem por Nibiru”. Esperamos pelo choque fatal em 2000, em 2012, em 2017 e em vários momentos da história. São tantos os avisos que ficamos especialistas na cantilena apocalíptica.
 
Lá vem o astro aceso e abrasador, sempre em tempos de crise aguda, a distrair a plebe rude, a elevar o olhar da humanidade para os céus, a provocar convulsões e conversões, enquanto os ricos barões ateus ou crentes de fachada se locupletam de lucro e não se importam com os filhos da miséria.
 
La vem o gigante cósmico, a trazer taças para brindar o momento derradeiro. Não basta o sofrimento constante, é preciso haver o último gole, o mais perverso de todos. Da penumbra, a cartilha mercantilista sugere que não é hora de se revoltar porque a queda é iminente.
 
Lá vem o arrebatador de almas a testar o nosso embotado conhecimento, o Nibiru mensageiro da catástrofe, o imobilizador de revoltas, o zombeteiro da fé.
 
Vem logo, Niburu, e incinera todos os belzebus encarnados!
 
Maria Félix Fontele – Jornalista. Do livro “O barulho, o silêncio e a solidão de Deus”, da penúltima parte: “Calma, o mundo ainda não acabou”. Capa: Revista Galileu. 
Slide
Slide 1

HORA DE VESTIR A CAMISA DO LULA

CONTRIBUA COM A REVISTA XAPURI
PIX: contato@xapuri.info

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
[instagram-feed] [instagram-feed]