Cientistas angolanos criam biofiltro para melhorar qualidade da água

O projeto fornecerá água potável a comunidades de Luanda, capital da Angola

Por: Isabela Alves

Jovens cientistas angolanos criaram um biofiltro para fornecer água potável a comunidades de Luanda, capital da Angola.

A ferramenta foi criada em um centro de química aplicada chamado Química Verde LAB por António Adelino Quilala, mestre em química e gestor do projeto; Yonara Tchissola de Freitas, especialista em engenharia do petróleo e supervisora do grupo; Manuela Miguel Filho, enfermeira e coordenadora de higiene e saneamento básico; Diatumua Simão, geofísico e supervisor técnico; e Manuel Fonseca, técnico de petroquímica.

Com o nome ‘Minha Água, Minha Vida’, o projeto usa a tecnologia para tornar a água potável, removendo de 97% a 98% dos agentes patogênicos que causam doenças.

O equipamento não precisa de eletricidade para funcionar, tem alta durabilidade, é fácil de operar e manter, e não utiliza produtos químicos.

Por enquanto, os filtros foram distribuídos apenas para algumas famílias. Mas o projeto está em busca de patrocínios para atender mais pessoas de comunidades carentes da região.

Fonte: Notícia Preta e Observatório do Terceiro Setor

ANOTE:  Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta de movimentos sociais Brasil afora. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Visite nossa Loja Solidária. Em Brasília, encomendas com Janaina: 61 9 9611 6826. Camiseta Krenak.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: