Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima divulga relatório final – 

Nova York – 29 de junho de 2017 – A Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima (TCFD) divulgou hoje seu relatório final.  Ele será apresentado apresentado aos líderes do G20 no encontro de cúpula marcado para julho em Hamburgo, na Alemanha.

Mas já recebeu o apoio de empresas que, juntas, somam um capital de US$ 3,5 trilhões, e de instituições financeiras responsáveis ​​por ativos de cerca de US $ 25 trilhões.  Estas mais de 100 corporações comprometeram-se publicamente a apoiar as recomendações da Força Tarefa, um ato que comprova a importância da divulgação dos riscos e oportunidades relacionados ao clima.

A lista inclui as brasileiras Natura, Fibria, Bradesco, Vale, Duratex e GranBio.

“A mudança climática apresenta aos mercados globais riscos e oportunidades que não podem ser ignorados, e é por isso que parâmetros  sobre divulgações relacionadas ao clima são tão importantes.

A Força-Tarefa tornou isso em realidade, ajudando os investidores a avaliar os potenciais riscos e recompensas de uma transição para uma economia de baixo carbono”, disse Michael Bloomberg, presidente da Força Tarefa, que conta com Denise Pavarina, do Diretora Executiva do Bradesco, entre seus vice-presidentes.  “Estamos satisfeitos por ver tantas empresas e investidores de todo o mundo apoiando as recomendações do TCFD e espero que outros se sintam encorajados a participar da nossa iniciativa”.

Enquanto empresas agem cada vez mais para enfrentar os efeitos das mudanças climáticas no dia a dia de suas operações e nas estratégias de longo prazo, um número crescente de investidores estão exigindo melhores informações sobre essas ações. A adoção pelas empresas das recomendações da TCFD é um passo importante para permitir que as forças do mercado gerem alocações de capital mais eficientes e contribuam para uma transição suave para uma economia de baixo carbono.

Para tanto, a Força Tarefa desenvolveu um quadro voluntário para que as empresas divulguem informações relacionadas ao clima junto com seus relatórios financeiros.  A primeira versão do relatório foi divulgada em dezembro de 2016 e recebeu mais de 300 respostas vindas de 30 países, sobre as quais o grupo trabalhou para abordar as principais questões levantadas.

“As recomendações da Força Tarefa foram desenvolvidas pelo mercado para o mercado”, destacou Mark Carney, presidente do FSB-Financial Stability Board.  “Elas estabelecem as divulgações que uma ampla gama de usuários e preparadores de documentos financeiros consideram essenciais para a compreensão dos riscos e oportunidades empresariais relacionados com o clima.

A adoção generalizada proporcionará tais informações a investidores, bancos e seguradoras, ajudando a minimizar o risco de que os ajustes do mercado às mudanças climáticas sejam incompletos, atrasados ​​e potencialmente desestabilizadores “.

As recomendações são estruturadas em torno de quatro áreas temáticas que representam os principais elementos de como as empresas operam: governança, estratégia, gerenciamento de riscos e métricas e metas.

Essas áreas refletem o tipo de informações que os investidores expressaram que precisam para tomar decisões melhores e mais informadas. A Força Tarefa também desenvolveu orientação para ajudar as empresas a desenvolver suas divulgações para atender tais necessidades.

Em fevereiro deste ano, o FSB aceitou a proposta da TCFD para continuar seu trabalho até pelo menos setembro de 2018. Com a publicação de seu relatório final, a Força Tarefa passa a focar seus esforços na promoção e monitoramento do avanço da adoção das recomendações.

Foto: Tashka Yawanawá

ANOTE AÍ:

Esta matéria nos foi gentilmente cedida por Rita Silva da Aviv Comunicação www.avivcomunicacao.com.br,  a quem agradecemos.

A versão final do relatório está disponível aqui, junto com um resumo de mudanças significativas e esclarecimentos. A lista completa de CEOs que apoiam o trabalho da Task Force pode ser encontrada aqui.

Para informações adicionais, entre em contato com: Veronika Henze – vhenze@bloomberg.net

Sobre a Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima
Em 4 de dezembro de 2015, o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) estabeleceu a Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima (TCFD), tendo Michael R. Bloomberg como Presidente e quatro Vice-Presidentes: Denise Pavarina, Diretora Executiva do Bradesco; Graeme Pitkethly, diretor financeiro da Unilever; Christian Thimann, chefe de grupo de regulação, prospectiva de sustentabilidade e seguro da AXA; e Yeo Lian Sim, assessor especial da Singapore Exchange. Mais informações sobre a associação TCFD podem ser encontradas em www.fsb-tcfd.org.

Deixe uma resposta