A primeira reforma agrária da América

“Ninguém é mais que ninguém”

Por Eduardo Galeano

Aconteceu em 1815, quando o Uruguai ainda não era país, nem se chamava desse jeito.

Em nome do povo sublevado, José Artigas expropriou as terras dos maus europeus  e piores americanos, e ordenou que fossem repartidas.

Foi a primeira reforma agrária da América, meio século antes antes que Lincoln e um século antes que Emiliano Zapata.

Projeto criminoso, disseram os ofendidos, e, para completar, Artigas advertiu:

Os mais infelizes serão os mais privilegiados.

Cinco anos depis, Artigas, derrotado, foi para o exílio, e no exílio morreu.

As terras repartidas foram arrebatadas dos mais infelizes, mas a voz dos vencidos continua dizendo, misteriosamente:

continua depois da propaganda

Ninguém é mais que que ninguém.”

Eduardo Galeano – Jornalista e escritor uruguaio (1940-2015), em “Os filhos dos dias”, Editora L&PM, 2a edição, 2011.

Imagem de Capa: José Artigas – Reprodução UFSCA


Block

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


<

continua depois da propaganda

p style=”text-align: center;”> 

continua depois da propaganda