Os chacais têm pronta a condenação do Lula em segunda instância. Não importa que lhes sobrem convicções e lhes faltem, absolutamente, provas.

São chacais, buscam tirar do povo o direito de escolher quem deve dirigir o país. Estão a serviço do golpe quer assalta o Brasil na cara deles, mas com quem eles frequenta coquetéis e diante de quem se verguem com genuflexões de subalternos.

Só podem condenar o Lula. À falta de provas, a condenação, que é a forma miserável pela qual pensam que vão passar à historia. Passarão como bastardos, como canalhas, como marajás, como amigos e coniventes do que ha de mais podre, de mais corrupto, de mais vendilhões da pátria que o pais já produziu.

Condenam e não veem a hora de zarpar para os EUA, país que os formou, que os promove, que os financia, que os exalta e que os receberá como heróis do império mais violento e impostor da história. Estarão bem por lá, com seus valores, seu idioma, seus comparsas.

São pessoas que desmoralizam a ideia de justiça, usando-a como arma política contra os que defendem os interesses do povo e do Brasil. À falta de argumentos, bazófias, porque são falastrões, clowns da mídia mais asquerosa que já foi produzida. Terminarão como jurados de programas de calouros.

Se não condenam o maior líder popular da história do Brasil, desaparecem. Se condenam, desaparecem do mesmo jeito.

Quando um desses chacais se viu cara a cara com o Lula, tremeu, sentiu a força moral do Lula e se apequenou, sua voz nunca foi tão fina, sua presença tão ínfima, sua imagem nunca foi tão reduzida às suas devidas proporções.

Diante das dimensões da imagem do Lula, são vermes, pessoas insignificantes, que sofrem de complexo de inferioridade de quem é aclamado pelo povo do pais inteiro e nos quatro cantos do mundo. De repente um verme desses se vê às voltas com uma circunstância como essa e só pode agir dessa maneira, porque é prisioneiro do mecanismo que foi montado e do qual eles são simples clowns.

Gente assim levou à desmoralização da Justiça no Brasil, levou à dissociação absoluta entre Justiça e Judiciário. Levam à descrença de que seja possível fazer justiça no Brasil, de que se possa crer que o Estado de direito ainda tenha vigência.

Condenam o Lula, juizinhos de meia tigela, ventríloquos do que há de mais corrupto na história do Brasil. Condenem e fuja, partam de vez pra sua pátria adotiva, porque nunca mais terão sossego. A vida deles será um escracho permanente. Serão execrados, até que seus nomes sejam sepultados junto com sua idoneidade.

As perseguições que promovem contra o Lula é a melhor homenagem que ele pode receber de gente como eles. Triste se o Lula fosse absolvido por esse tipo de gente.

Não somente o povo já absolveu o Lula, como o fará voltar a governar o Brasil e restabelecer um Estado de direito, com um Judiciário respeitado e um país justo, com um governo legítimo e inimigo das arbitrariedades e dos chacais que as encarnam.

Agilizaram o julgamento do Lula na mesma velocidade do medo que tem dele, que dia a dia é mais aclamado pelo povo, reconhecido nacional e internacionalmente, com o prestígio que esses chacais nunca poderiam ter, somente reconhecidos pelas oligarquias carcomidas do Brasil

Condenar o Lula é fazer-lhe mais uma homenagem. O povo será implacável com o quer levantam a voz contra o líder mais querido do nosso povo e que sabe, com provas e convicções, quem é inocente e quem é culpado.

ANOTE AÍ: FOTO INTERNA E FONTE DO CONTEÚDO INTEGRAL DESTA MATÉRIA; Brasil247 

Anúncios

One Response

Comentários

X
preloader