Militares na CPI

No decorrer dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Genocídio, volta e meia aparece o nome de algum militar da ativa – e não é só o do coronel Pazuello, já consagrado…
 
Por Jaime Sautchuk
 
A farda auriverde metida em atividades ilícitas, de corrupção, a serviço de um governo que se dizia anticorrupção. Esses devem bater com estrondos, fazer tremer a caserna, mas isso é pouco. Fora dos quartéis, chamam a atenção de pessoas mais vividas, experientes, que não entendem o que militares da ativa, mesmo que não sejam generais ou de altos escalões das outras forças. Estão fora de suas funções, é claro, e não são enquadrados como manda a regra. É certo que há certas dificuldades, contradições. Esses elementos estão a serviço do presidente da República, que no fim das contas é o comandante das Forças Armadas, pelo que diz a Constituição Federal, fazem o que o chefão mandar.  Mas comprometem a imagem das Forças Armadas, que servem ao País, não a um governo. Há que se tomar tenência. Pois, pois…
Publicado originalmente no SerTão Cerratense em 7 de julho de 2021. Capa: João Montonaro/Outras Palavras. 

Nota da Redação – No dia 14 deste mês de julho, Jaime Sautchuk partiu para o mundo dos encantados. Em sua memória, vamos publicando as crônicas geniais que deixou postadas em seu blog pessoal sertaocerratense.com. #JaimePresente!


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

 
CLIQUE NO ANÚNCIO PARA AJUDAR NOSSO PROJETO:
[instagram-feed] [instagram-feed]