Zé Dirceu: Nosso caminho é um só, a mobilização popular –

Do nocaute.blog.br

Uma boa semana para nós de luta e de combate.

Quero falar hoje do julgamento do Lula no dia 26 de março e o risco dele ser preso. Na verdade, todos nós sabemos que hoje Lula venceria a eleição no primeiro turno. Sabemos também que o PT é o favorito entre os brasileiros, 19% daqueles que têm preferência partidária optam pelo PT. A rejeição do Lula e do PT caíram e sabemos que o governo Temer, usurpador, produto de um golpe parlamentar judicial é um governo ilegítimo e repudiado por 95% dos brasileiros.

O governo Temer fracassou, mas deixou nesse fracasso milhões e milhões de brasileiros desamparados. A emenda constitucional do teto de gastos leva à desorganização da Saúde, da Educação e da Segurança Pública, da Justiça. A reforma da Previdência foi derrotada. A trabalhista levou à insegurança jurídica, precarização do trabalho, redução dos salários médios e aumento das horas trabalhadas. É um governo sem apoio popular.

As esquerdas podem vencer essas eleições.

Ao condenarem Lula e ameaçá-lo de prisão querem impedi-lo de ser candidato, que governe o Brasil e restaure seu legado social, democrático, de soberania nacional. E mais do que isso, querem impedi-lo de fazer campanha.

Nossa resposta deve ser, em primeiro lugar, demandar pelo nosso direito. É um direito sagrado garantido pela Constituição peticionar, ter a prestação jurisdicional e também o habeas corpus. Tanto é que a primeira medida do AI-5 foi por fim ao habeas corpus.

Lula está no seu direito, assim como todos nós estamos, ao demandar prestação jurisdicional, ao exigir nossos direitos. Isso está na Constituição da República.

Nosso caminho é um só, a mobilização popular. Por isso que Lula retoma as Caravanas no Sul do país. E a resposta que milhões de brasileiros deram ao assassinato, uma execução política, vil, covarde, da vereadora Marielle e seu motorista Anderson, foi rua, protesto, denúncia.

Se prenderem Lula, nós vamos continuar as Caravanas com ele, com o espírito de Lula.

Parlamentares, nossos vereadores, deputados estaduais, federais, senadores, prefeitos, governadores, todas as lideranças democráticas, nacionalistas, progressistas, populares, sociais, devem ir às ruas com milhares de caravanas.

E nós devemos nos preparar para vencer as eleições, eleger um presidente que restaure o legado de Lula, que restaure a soberania nacional e defenda uma agenda social, o desenvolvimento com inclusão, um desenvolvimento em primeiro lugar para o povo.

As esquerdas vencerão, se unidas. E a nossa principal responsabilidade é essa: unir a esquerda para derrotar os golpistas.

Para botar um fim nessa onda reacionária, conservadora cuja solução é subir os morros e matar pobres, ou restaurar a máxima da ditadura na época dos esquadrões da morte: bandido bom é bandido morto. Não resolveu nada e só trouxe vergonha ao país. As execuções extrajudiciais eram uma infâmia, como foi uma infâmia vil a execução da vereadora Marielle.

Meus amigos e minhas amigas, com responsabilidade e serenidade, mas firmes e dispostos à ir para as ruas defender Lula e seu direito sagrado de ser candidato.

Unir as esquerdas e vencer.

 

 

ANOTE AÍ:

FONTE: Matéria e vídeos publicados no NOCAUTE, o Blog do Fernando Morais, em 19 de março de 2018

http://nocaute.blog.br/2018/03/19/nossa-principal-responsabilidade-e-unir-a-esquerda-para-derrotar-os-golpistas/

Anúncios

Comentários

X
preloader