OLORUM EKÊ

Por: Solano Trindade

Olorum Ekê – disse.

Olorum Ekê

Eu sou poeta do povo

Olorum Ekê

A minha bandeira

É de cor de sangue

Olorum Ekê

Olorum Ekê

Da cor da revolução

Olorum Ekê

Meus avós foram escravos

Olorum Ekê

Olorum Ekê

Eu ainda escravo sou

Olorum Ekê

Olorum Ekê

Os meus filhos não serão

Olorum Ekê

Olorum Ekê

Nota:
Os dizeres “Olorum Ekê”
são uma expressão
Iorubá que significa
povo do santo guerreiro”.

Solano

Solano Trindade
Poeta. Folclorista. Pintor.
Teatrólogo. Embaixador da Cultura
Afro-Brasileira.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: