Tela Preta: Margareth Menezes, Flávio Renegado, Nanda Lisboa e Pablo Pitombo falam sobre protagonismo preto

“Essa parada que foi dada serviu para que as pessoas enxergassem um pouco o ritmo das coisas , o ritmo das relações humanas, o ritmo da degradação do planeta, da natureza” contou ao Tela Preta a cantora Margareth Menezes, indicada ao Grammy Latino pela segunda vez.

Sentir o viver, o dia-a dia, os aromas, perceber o outro e a si mesmo, são ideais de uma geração que passou a entender que o futuro é o HOJE.

Entender o ritmo da vida é um dos questionamentos da cantora Margareth Menezes ao falar no programa Tela Preta sobre a pandemia que assola o mundo.

Convidada do programa que foca no protagonismo preto como ideal, Maga que recebeu na última terça, dia 29 de outubro a notícia de mais uma indicação ao Grammy Latino 2020 na categoria melhor álbum de música de Raízes em Língua Portuguesa.

“Autêntica”, disco indicado, marcou o final de um intervalo de 11 anos sem um álbum inédito, trazendo a bandeira do afropopbrasileiro, uma temática que a cantora e compositora tem abordado frequentemente, mas associada ao universo das mulheres negras.

A primeira vez de Maga no Grammy Latino foi em 2006 com o disco “Por Você” indicação na categoria de Melhor Álbum Brasileiro de Música Pop. Já no Grammy Awards, o disco “Kindala” foi indicado em 1993.

Anos depois, em 2007, Margareth voltou a ser indicada, desta vez em duas categorias, a de Melhor álbum Brasileiro de World Music e Melhor álbum de Música Regional Brasileira, por “Brasileira ao Vivo: Uma homenagem ao Samba Reggae”.

O programa dirigido por Oliveira Pedreira conta com Maga ao lado da atriz Nanda Lisboa e dos também cantores Flávio Renegado e Pablo Pitombo, que nos alegra com a sua animação “Turminha da Bebé”.

PROGRAMA TELA PRETA
YOUTUBE MIDIA NINJA
Apresentador Uran
Convidados: Margareth Menezes, Flávio Renegado, Nanda Lisboa e Pablo Pitombo
Direção Oliveira Pedreira
Edição Felupz/ Paradisum Produtora

Salve! Este site é mantido com a venda de nossos produtos. É, também, com um percentual dessas vendas, que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, do povo Krenak, em Minas Gerais, do Museu Kalunga Iaiá Procópia, em Goiás e do povo Xavante, no Mato Grosso. Ao comprar em nossa Loja Xapuri, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Contamos com você! WhatsApp: 61 9 99611193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: