fbpx

Quilombo Kalunga, símbolo de resistência

Por Bia Kalunga

Aqui foram reconstruídas novas vidas

Anúncios

Que hoje é nossa existência.

Lutamos pela terra e pela conjuntura

Do nosso Território

Aqui há vidas, há um povo de saber único

Que quer viver e reviver!

Com dignidade ter nossos direitos

Que nos foram roubados.

A nossa vida foi de escravidão,

Muitos castigos e maltratação.

Fomos capturados, acorrentados,

Nossos corpos mutilados sem poder dizer não

No poder dos senhores concentraram nosso chão.

Chão de produzir, chão de florir,

Aqui construímos nossas vidas

Em um Quilombo a resistir

Kalunga amado, lugar sagrado,

Único e gostoso de viver

Nunca deixará de existir

O amor eterno e fiel nasce aqui!

Meu Kalunga, meu lugar natal,

Vou te amar até o meu final.

De Norte a Sul, de Leste a Oeste

Meu Quilombo Kalunga

Está no Centro-Oeste.

De um mundo capitalista

De uma nação formada sem pensar

Hoje é Brasil

E o Quilombo Kalunga faz parte deste lugar

Viva a África! Viva o Brasil!

Viva o Quilombo Kalunga

Com sua cor anil!

Este belo poema nos foi enviado por Bia Kalunga, líder quilombola, professora, poeta, membro da ALANEG – Academia de Letras e Artes do Nordeste Goiano. Bia é neta e “herdeira política” da matriarca do Quilombo do Riachão e pioneira na defesa dos direitos e da identidade quilombola do Território Kalunga, Procópia Rosa.  A foto de Bia Kalunga é da fotógrafa Iasmin Reis.


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?
ASSINE AQUI

Anúncios