Líder indígena Mário Puyanawa morre por Covid-19

O patriarca dos índios Puyanawa, da Aldeia Barão, em Mâncio Lima, Mário Cordeiro de Lima, 77 anos, morreu vítima de Covid-19 na manhã deste sábado, 20, no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul.

Seu Mário, que foi o primeiro cacique da aldeia, era pai de Joel, o atual líder dos Puyanawa. A atuação dele foi fundamental para a demarcação das terras indígenas do Barão.

Ele estava internado há 14 dias na unidade hospitalar entre enfermaria e UTI, mas o quadro piorou e ele não resistiu, falecendo neste sábado. O corpo foi sepultado na ala Covid do cemitério Morada da Paz, em Cruzeiro do Sul. Ele deixa esposa e 8 filhos.

Há 3 dias, o índio Vicenti Puyanawa, de 22 anos, que também estava com coronavírus, teve alta e voltou para a aldeia. Vicenti e seu Mário haviam sido internados no mesmo dia.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9961 1193

Comentários

%d blogueiros gostam disto: