Pandemia muda forma de comemorar o Dia dos Namorados para 63% dos brasileiros

De acordo com pesquisa do Google, 22% pretendem comprar presentes para a data e 43% farão isso on-line

Para entender os impactos da pandemia de COVID-19 sobre o Dia dos Namorados, que acontece no próximo dia 12 de junho, o Google realizou uma pesquisa on-line com 800 brasileiros entre os dias 18 a 20 de maio. Os resultados mostram que o distanciamento social vai mudar a forma de celebrar a data para 63% dos brasileiros em 2020.

Quando perguntados sobre o que mudará na celebração de Dia dos Namorados, 35% afirmam que pretendem fazer algo juntos em casa e 20% vão preparar um jantar. Deixar de ir a restaurantes (25%) cancelar planos de viagens (22%) e adiar a celebração da data (12%) também foram algumas das mudanças declaradas.
Com a data acontecendo mais dentro de casa do que em anos anteriores, o interesse por categorias de produtos relacionadas a esse tipo de comemoração aumenta conforme o dia dos namorados se aproxima. As principais compras para a ocasião são roupas, calçados e acessórios (25%), flores e cartões (24%). alimentos para as refeições (23%) e produtos de beleza e perfumaria (18%).
Apesar do contexto, a intenção de presentear permanece. O costume de presentear na data em outros anos foi declarado por 20% dos entrevistados, e para 2020, 22% disseram ter intenção de comprar presentes (56% declarou que não ia comprar e 21% não sabia ainda).
A forma de compra do presente também sofrerá mudanças devido à evolução do Coronavírus no Brasil, 43% dos entrevistados declararam que irão comprar on-line – o que requer adaptações no presente também: 25% irá mudar para produtos mais fáceis de comprar online e 23% para produtos que minimizem a necessidade de troca. Entre as mudanças no processo de compra também estão: de comércio pequeno/ próximo (23%), com mais antecedência (16%), depois da quarentena (12%), em cima da hora (9%) e de revendedores/ catálogos (9%).

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193

Comentários

%d blogueiros gostam disto: