DEVASTADOR: Povo Paiter Suruí perde mais uma liderança para a Covid-19

É a segunda morte na Terra Indígena Sete de Setembro essa semana

BLOG DA LUCIANA OLIVEIRA

Renato Labiway Suruí estava internado há mais de 15 dias em hospital do município de Cacoal e faleceu na noite desta quinta-feira, 28.
Na segunda-feira, o povo que tem apenas meio século de contato perdeu Iabibi Suruí.  As aldeias têm dezenas de infectados e dois estão internados em Unidades de Tratamento Intensivo – UTI.
Celso Suruí, disse que não tem palavras pra expressar a dor da família.
“São perdas inesperadas que aconteceram de forma tão rápida e jamais esperávamos por essa tragédia. Deixa todos nós familiares órfãos. Isso é resultado do descaso do governo com os povos indígenas nessa pandemia”, desabafou Celso.
Renato tinha 50 anos, sete filhos e morava na aldeia Lapetanha.
Ele é irmão de Almir Narayamoga Suruí, liderança que vem denunciando por meio das redes sociais a falta de políticas públicas para proteger seu povo e território.
“Não são só perdas de lideranças indígenas, mas de seres humanos. O governo deveria agir com responsabilidade para garantir saúde indígena de qualidade, porque todo ser humano tem direito de ter”, disse Almir.
Labibi foi enterrado sem ritual indígena e conforme orientação do Ministério da Saúde, rápido e sem aglomeração, mesmo ocorrerá com Renato.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: