Não está fácil pra ninguém

Por ACQ

Jairzinho, vereador de Duque de Caxias, Rio, e Jairzão, deputado oriundo de Marechal Deodoro, Alagoas, faziam política com o fígado. Não fazem mais. Foram abatidos por hepatite medicamentosa na manhã da última quinta-feira. Eram viciados em hidroxicloroquina, azitromicina, ivermectina e nitazoxanida. O vereador consumia também os feijões mágicos do Pastor Valdemiro. E o deputado era ainda adicto a um spray nasal israelense, mistura de água sanitária com gotinhas do Mar Morto. A família do vereador espera a sua ressurreição no domingo. O advogado da família do deputado vai acionar o Messias na segunda-feira por induzimento ao suicídio, nos termos do artigo 122 do Código Penal. “Tudo é difícil”, comentou Maria Joana Salk, vítima de Jairzão, na fila do drive thru da vacina, citando um filósofo francês do século 17.

NOTA: Texto recebido do amigo Antonio Carlos Queiroz, o jornalista ACQ, via WhatsApp, aos vinte e sete dias do mês de março do ano da graça de dois mil e vinte, data em que no Brasil, presidido por um Jair negacionista, ultrapassou o número de 100 mil infectados e a morte de 3.600 pessoas em um mesmo dia.


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossaLoja Xapuriou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp:61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?

ASSINE AQUI

Comentários

%d blogueiros gostam disto: