A belíssima lenda do dente-de-leão e seus muitos significados

O dente-de-leão é uma planta perene, típica dos climas temperados, que espontaneamente cresce praticamente em todo o lugar: na beira de estrada, à beira de campos de cultivo, prados, planícies, colinas e montanhas de altitude de aproximadamente até 2000 metros. Reproduz-se de uma forma tão rápida que invadem terras cultivadas, de modo que, especialmente no passado, o dente-de-leão era considerada uma erva daninha a ser erradicada.

Dada a sua espontaneidade e onipresença, esta planta seria de pouco valor, no entanto, ela tem muitas propriedades medicinais e tantos significados simbólicos, evocativos e variados. Ao dente-de-leão foram atribuídos poderes mágicos que inspirou mais de uma lenda.

O nome científico do gênero é taraxacum sendo a sua espécie mais disseminada a Taraxacum officinale. Mas seus nomes populares muitas vezes evocam sua particularidade. Além do nome comum dente-de-leão, no nordeste é conhecida por “esperança”. Na Itália vem a ser popularmente chamada por soffione (grande sopro) pelo fato de ter, depois de sua inflorescência, suas sementes recolhidas naquela bola que se parece com um pompom, pronta para voar e dispersar-se ao primeiro sopro de vento.

Todo mundo, pelo menos uma vez na vida, deve ter assoprado um fruto do dente-de-leão, talvez na esperança de ter o que se deseja.

Esta planta floresce a cada primavera produzindo algumas belíssimas flores amarelas, muito apreciadas por abelhas que sugam o néctar do qual se faz o mel de dente-de-leão.

O dente-de-leão e seus significados

Diz-se que esta planta simboliza a força, a esperança e a confiança. Teseu teria se alimentado por 30 dias seguidos apenas de dente-de-leão, a fim de tornar-se forte o suficiente para enfrentar e derrotar o Minotauro.

Acreditava-se no passado que o dente-de-leão tivesse o poder de curar a icterícia. De acordo com a Doutrina das Assinaturas – uma teoria que relaciona o formato da planta com uma estrutura semelhante a um órgão do corpo à uma ação benéfica sobre este – as sua flores amarelas eram elegíveis para curar distúrbios do fígado assim como a icterícia. Hoje sabemos que o dente-de-leão é realmente útil no tratamento do fígado, embora a razão não esteja na cor de suas flores

O dente-de-leão também está relacionado à ideia do desprendimento e da viagem. As sementes desta planta parecem representar perfeitamente as fases, os ciclos de vida que cada um de nós tem que cumprir.

Inicialmente, as sementes ligadas ao apêndice delicado, não parecem dispostas a se destacarem. Mas, lentamente, são levadas pelo vento com “receio” em um primeiro momento, mas cada vez mais decididas a embarcarem em uma nova jornada e experimentar novas aventuras.

Superado o medo ou o receio inicial, elas se deixam levar pelo fluxo da vida, curiosas sobre novas descobertas, e prontas para criarem uma nova vida.

Este caminho é uma metáfora perfeita para a vida de cada um de nós: para voar e aproveitar todas as oportunidades da vida, é preciso se desprender da própria origem, enfrentar o novo e o desconhecido.

Um outro significado ainda é a representação do dente-de-leão como símbolo da infância e da inocência.

E são especialmente as crianças, de fato, que se deliciam em soprar e dispersar as sementes do fruto seco desta planta. Uma imagem que representa a infância em seu sonho de um futuro melhor para todos. Típica da alegria infantil, inocente e despreocupada, que precisamos recuperar e redescobrir na vida adulta.

No passado usava-se o dente-de-leão no buquê da noiva para levar sorte e riqueza ao casamento. Portanto, um outro significado daí advém, o da boa sorte e prosperidade.

O dente-de-leão também já representou a alternância entre o dia e a noite, o sol e a lua. Inicialmente, a planta é amarela e dourada, assim como o sol. Depois se transforma em uma esfera branca semelhante à lua cheia.

E para finalizar, ao dente-de-leão foram atribuídos poderes mágicos. Acreditava-se que a planta fosse capaz de aumentar as habilidades psíquicas das pessoas. Também acreditava-se que esfregando-a sobre a pele se atraísse o bem-querer de todos. Até as bruxas usavam este método para serem aceitas pelas pessoas.

Mas acima de tudo, o dente-de-leão foi considerado uma ponte de conexão entre a vida e a morte através dos espíritos

Por sua beleza e por seu simbolismo fascinante, o dente-de-leão é um dos desenhos mais populares e usados em tatuagens. Muitas vezes, retratado de uma maneira particular: as sementes que se desprendem e se transformam em aves, especialmente para indicar a liberdade, a possibilidade de um novo início, a vontade de recomeçar.

Fonte: Greenme

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 161 9 9961 1193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: