Repousa, ó amor sereno, nas extremidades dos sentimentos!

O Amoramar

Os sentimentos de paixões,
Ó amor,
São efervescências de um amor
Fúteo, caótico.

Dizei-me vós sábios do saber:
Se amo com amor ou se a paixão é amada por mim?
Esta tempestade movimenta
Meus sentimentos e assalta o meu amor!

O drama da paixão decepa minha liberdade;
A trama do amor exalta meu amar;
Quem pode apreciar tamanha efervescência,
Se não o próprio gênio em confusão amorosa?

Estreitamente são os sentimentos fortes;
As calorosas paixões;
As descobertas impetuosas do amor.
Repousa, ó amor sereno, nas extremidades dos sentimentos!

Alto Paraíso de Goiás – Foto: autoria desconhecida

 
 
Joacir Soares d’Abadia, Filósofo, Escritor e Especialista em Docência do Ensino Superior, é Pároco de Alto Paraíso de Goiás e Administrador Paroquial de Colinas de Goiás.  O poema Amoramar  faz parte de seu livro  “Antologia de Poesia e Prosa/IV Prêmio Literário”. São Paulo: Editora Sucesso, p. 51, 2016. ISBN 978-85-8290-064-2.
 
Alto Paraíso de Goiás é um município brasileiro localizado no nordeste do estado de Goiás. A cidade está situada na Chapada dos Veadeiros e, desde 2001, na Área de Proteção Ambiental – APA de Pouso Alto. Localiza-se a 230 km de Brasília/DF e a 412 km de Goiânia/GO. Localizada no Planalto Central do Brasil, em região caracterizada pelo bioma do cerrado, oferece diversas atrações naturais relacionadas ao ecoturismo. (Fonte: Wikipedia)
——————————————————————————————————

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


Réquiem para o Cerrado – O Simbólico e o Real na Terra das Plantas Tortas

Uma linda e singela história do Cerrado. Em comovente narrativa, o professor Altair Sales nos leva à vida simples e feliz  no “jardim das plantas tortas” de um pacato  povoado  cerratense, interrompida pela devastação do Cerrado nesses tempos cruéis que nos toca viver nos dias de hoje. 

COMPRE AQUI

 

SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO