Audácia

Fátima Mota

Lanço-me sem medo

ao mundo de veias abertas

lanço-me sem segredos

e ouço

o grito das gaivotas

que branqueiam o mar

enquanto nos rochedos

a pedra grita

continua depois da propaganda

ao som das velhas marés.

Lanço-me ao in_finito

eis-me seta

_não sei onde vou parar.

Quem é Fátima Mota?

continua depois da propaganda

Eu poético: Sou de mar e de lua; cheia ela, a lua, me encanta; o mar, este, me fascina e amedronta. Sou contrastes, gosto de ir e ficar, viajo com desejo de voltar; sou navego entre poemares e abraços; sou estação, trilhos e adeuses. Às vezes deito-me nas raízes da minha história  outras, parto sem direção. Sou segundas-feiras, recomeço. Sou fim de tarde, entristeço-me e prendo-me à concretude urbana, então amanheço na esperança de um novo dia. Sou cheia de urgências e senões. A felicidade é um estado de espírito, não corro atrás. Sou feliz!

Eu físico: Maria de Fátima Mota Moraes Lopes, nordestina, poeta, professora, artista plástica, mãe e avó. Uma taurina determinada   quando se trata de conseguir seus objetivos. Organizada e exigente naquilo que faz. Livros? Algumas antologias com poesias e poetrix. Seus escritos podem ser encontrados no Insta @fatimamotalopes  e nos sites www.poetasdelmundo.com.br;

Fonte: demonstre.com

Block

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?

P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, em qualquer dia. GRATIDÃO!

continua depois da propaganda

 

continua depois da propaganda