Cordel do Amor (Homenagem ao Dia dos Namorados)

Por Gustavo Dourado –
Ofereço à querida Maria Félix Fontele

Enamorar no dia a dia
Noite e dia namorar
Multiversos do desejo
Conjugar o verbo amar
Florescer em alquimia
Em beijos se eternizar

Amor ser substantivo
Faz a vida transformar
Guerra é falta de Amor
Faça a Paz multiplicar
Ame aqui-agora e sempre
Para a vida melhorar

Há Amor na Natureza
É tão belo se amar
Vivencie amor e paz
Deixe o coração sonhar
Ame a vida… Frutifique
Só o amor nos faz voar

ANOTE AÍ:

Este belo cordel do amor foi postado pelo poeta Gustavo Dourado em suas redes sociais para homenagear sua amada, Maria Felix Fontele,  neste dia dos namorados do ano da graça de 2017. A foto de capa desta matéria é do acervo do casal. O texto sobre a história do Dia dos Namorados é do site www.suapesquisa.com.

Gustavo Dourado é um dos maiores poetas-cordelistas do Brasil. Sua excelente e extensa produção literária pode ser encontrada em www.gustavodourado.com.br/cordel.htm.  Gustavo é também presidente da Academia de Letras de Taguatinga.

gustavo_dourado-dzai-com-br

foto: dzai.com.br

SOBRE O DIA DOS NAMORADOS

O Dia dos Namorados é uma data comemorativa, não oficial, destinada aos casais de namorados, pretendentes e apaixonados. É tradição a troca de presentes, bombons e cartões com mensagens de amor entre namorados ou pessoas que se amam. Aqui no Brasil, esta data é comemorada em 12 de junho. Em outros países, como nos Estados Unidos, por exemplo, a comemoração ocorre em 14 de fevereiro (Dia de São Valentim – Valentine’s Day).

Origem do Dia de São Valentim

A comemoração desta data remonta o Império Romano. Um bispo da Igreja Católica, São Valentim, foi proibido de realizar casamentos pelo imperador romano Claudius II. Porém, o bispo desrespeitou a ordem imperial e continuou com as celebrações de matrimônio, porém de forma secreta. Foi preso pelos soldados e condenado à morte. Enquanto estava na prisão, recebeu vários bilhetes e cartões, de jovens apaixonados, valorizando o amor, a paixão e o casamento. O bispo Valentim foi decapitado em 14 de fevereiro do ano 270.

Em sua homenagem, esta data passou a ser destinada aos casais de namorados e ao amor. A comemoração passou a ser realizada todo 14 de junho, principalmente, na Europa e, posteriormente (século XVII), nos Estados Unidos.

Dia dos Namorados no Brasil (12 de junho)

No Brasil, a data apresenta uma história bem diferente, pois está relacionada ao frei português Fernando de Bulhões (Santo Antônio). Em suas pregações religiosas, o frei sempre destacava a importância do amor e do casamento. Em função de suas mensagens, depois de ser canonizado, ganhou a fama de “santo casamenteiro”.

Portanto, em nosso país foi escolhida a data de 12 de junho por ser véspera do dia de Santo Antônio (13 de junho). Assim como em diversos países do mundo, aqui também é tradição a troca de presentes e cartões entre os casais de namorados.

Dia dos Namorados nos Estados Unidos (14 de fevereiro) 

Nos Estados Unidos o dia dos namorados é chamado de Valentine’s Day. Celebrado em 14 de fevereiro, a comemoração é feita de uma forma diferente da brasileira. Nos Estados Unidos a data é comemorada, principalmente, por namorados, casais casados, noivos, amigos e pessoas que se amam (entre pais e filhos também é comum). Os que se amam demonstram, nesta data, todo seu amor através da troca de cartões, flores, chocolates e presentes. Os cartões costumam ser confeccionados pela própria pessoa, o que dá um toque bem criativo e pessoal a data.

Foto: autoria desconhecida

About The Author

Gustavo Dourado

Related Posts

Deixe uma resposta