Anúncios

A lenda do Pirarucu, o peixe que um dia foi guerreiro Utiá

Diz a lenda que Pirarucu era um jovem e bravo guerreiro da tribo dos Uiá que, mesmo sendo filho do chefe Pindarô, um homem bom e generoso, Pirarucu nasceu e se criou com um coração muito perverso.

Segundo o que se conta, Pirarucu não tinha jeito: vivia criticando os deuses e, quando seu pai descuidava, executava seus próprios irmãos de aldeia por razão nenhuma.

Cansado dos desatinos de Pirarucu, Tupã um dia convocou os poderes de Polo, o relâmpago, e de Iururaruaçu, a deusa das correntes, para puni-lo. Foi então que Pirarucu enfrentou a maior de todas as tempestades, quando pescava às margens do Rio Tocantins.

Pirarucu bem que tentou escapar, mas um relâmpago fulminante o atingiu no peito, e seu corpo, ainda vivo, foi levado para as profundezas do rio, onde se transformou no peixe que conhecemos hoje.

Foto: jornalggn.com.br

SOBRE O PIRARUCU 

O pirarucu (Arapaima gigas) é um dos maiores peixes de água doce do Brasil.  Seu nome vem das palavras tupi: pirá, “peixe” e urucum, “vermelho”, devido à cor de sua cauda.

Pode atingir três metros e seu peso pode ir até 200 kg. É um peixe encontrado geralmente na bacia Amazônica, mais especificamente nas áreas de várzea, onde as águas são mais calmas.

Costuma viver em lagos e rios de  águas claras e ligeiramente alcalinas com temperaturas que variam de 24 a 37 °C, não sendo encontrado em zona de fortes correntezas e águas ricas em sedimentos.

Conhecido como o  bacalhau da Amazônia, o pirarucu é servido como componente principal em diversos pratos típicos do Amazonas, um desses pratos é o “Piracucu à casaca” que é bastante servido em festejos juninos.

Sua carne é bastante apreciada no estado, onde é bastante requisitada. Além disso, partes de seu corpo, como sua escama, eram utilizadas no passado como lixas para unhas e outras utilidades.

Fonte:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Pirarucu

Anúncios

One Response

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: