No lago Ipavu existem muitas coisas: estátuas antigas com desenhos dos animais, aves, peixes e homens. No lago existem muitos peixes como tucunaré, pacu, piau, lambari, pintado, piranha.

O lago, usamos para atravessar até o outro lado, para irmos pra roça, para pescar, para irmos a Porto Jacaré ou a outras aldeias. À direita e à esquerda do lago Ipavu existem dois córregos, com a água caindo dentro do lago (…)

O lago Ipavu é muito grande. Segundo a lenda dos avós, dizem que um rapaz estava recluso, estava tomando uma erva sagrada para ficar forte e ser grande lutador.

Diz a lenda que o rapaz tinha um pombo de estimação e que quando o rapaz estava tomando a erva, dizem que seu pombo veio sentar-se na beira da panela de barro, sem ser percebido pelo dono.

O pombo tomou toda a erva da panela, só quando estava no fim é que o dono percebeu e botou o pombo pra fora.

Esse pombo levantou voo, foi bem alto, e de lá vomitou toda a erva que estava no seu papo e encheu toda a aldeia.  O pombo vomitou toda a erva formando o grande lago.

Junto com a erva, o pombo soltou muitos bichos bravos nas águas, fazendo com que os bichos comessem todo o pessoal da aldeia, até o seu próprio dono.

Segundo os mais velhos, até há pouco tempo existiam muitos bichos ainda (…) Dizem que era muito perigoso andar nesse lago, mas agora os bichos se esconderam. Mas de vez em quando atacam a gente…

About The Author

Related Posts

Deixe uma resposta