A lenda do Vaqueiro Misterioso

Diz a lenda que em todos os locais dos Brasil onde acontecem as famosas “Festas do Peão”, do nada, sempre aparece um vaqueiro vestido com um velho e surrado gibão de couro. Com seu jeitão bem jeca, o vaqueiro misterioso completa o vestuário com um imenso chapéu de palha, que lhe cobre praticamente todo o rosto.

Por sua aparência de gente muito humilde, o vaqueiro nunca é levado a sério e às vezes torna-se alvo de piada entre os demais vaqueiros. Mas quando entra no picadeiro, tudo muda. Como em um passe de mágica, ele domina a montaria e vence todas as disputas.

Aclamado pelas multidões, o vaqueiro passa então a ser respeitado por seus pares, admirado pelas mulheres e convidado de honra da organização de todas as festas. Mas, surpreendentemente, o grande e genial vaqueiro recusa todas as honrarias e, assim como chegou, desaparece sem deixar nem história nem rastro.

NOTA: Para o grande folclorista brasileiro Luís da Câmara Cascudo (1898 – 1986) a lenda do vaqueiro misterioso “é um símbolo da velha profissão heroica, sem registros e sem prêmios, contando-se as vitórias anônimas superiores às derrotas assistidas pelas serras, grotões e várzeas, testemunhas que nunca prestarão depoimento para esclarecer o fim terrível daqueles que vivem correndo atrás da morte. ”

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826

One Response

Comentários

%d blogueiros gostam disto: