“Evém o Chibamba, neném, ele papa minino, cala a boca…”

Diz a lenda que, nas terras de Minas, quando uma criança não quer dormir é só chamar o Chibamba. Esse bicho papão mineiro era muito conhecido nas antigas fazendas por amedrontar as crianças choronas, teimosas e malcriadas, mas principalmente as que faziam birra na hora de ir pra cama.

Quem um dia topou com o Chibamba diz que ele anda envolto em folhas de bananeira, ronca como um porco e caminha dando cambalhotas, como se estivesse dançando nas noites escuras das serras de Minas.

Contam também que o Chibamba veio da África, com os seres humanos escravizados, e que foi de lá que ele trouxe o costume de se vestir com as folhas da bananeira.

Mesmo agora que os tempos mudaram, que muita criança de roça vê televisão e sabe mexer com celular, o Chibamba continua firme fazendo criança dormir no interior de Minas Gerais.


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA? 

ASSINE AQUI

 

 

 

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: