fbpx

Como um rio 

Por Thiago de Mello

 

Ser capaz, como um rio

que leva sozinho

a canoa que se cansa

de servir de caminho 

para a esperança.

 E de lavar do límpido

a mágoa da mancha, 

como um rio que leva

e lava.

 

Crescer para entregar

na distância calada

um poder de canção,

como o rio decifra

o segredo do chão.

 

Como um rio.

 

Thiago de Mello – Nascido em Porantim do Bom Socorro, município de Barreirinha, estado do Amazonas, no dia 30 de março de 1926, Amadeu Thiago de Mello é ensaísta, escritor e poeta maior do Brasil e da Amazônia. O poema “Como um rio” foi extraído do livro “Amazonas – Águas, Pássaros, Seres e Milagres”, publicado pela Editora Salamandra, 2a impressão, no ano de 1988. 

Thiago de Mello recém completou 95 anos. Ao longo da vida, esteve sempre ligado às artes e às resistência.  Começou como colaborador do “O Comício”,  jornal  de oposição ao governo de Getúlio Vargas. Em 1950 publicou no  Jornal Correio da Manhã, seu poema “Tenso por Meus Olhos”. Em 1951 publicou “Silêncio e Palavra”, seu primeiro livro de poesias.  

O poeta da resistência foi também diplomata. Em 1963, foi adido cultural no Chile. Ali conheceu Pablo Neruda. Volta ao Brasil em 1965, ano em que publica “Faz Escuro Mas eu Canto”, um de seus poemas mais lindos. Perseguido pelo regime militar, em 1968 volta para o Chile, onde ficou exilado por 10 anos, de onde publicou “Poesia Comprometida com a Minha e a Tua” (1975) e “Estatutos do Homem” (1977). 

Desde 1978, dividiu a maior parte de  seu tempo entre sua linda casa às margens do rio Amazonas, na cidade de Barreirinhas e seu paraíso no rio Andirá. Dente outras obras primas, publicou  “Horóscopo Para os Que Estão Vivos” (1982), “Arte e Ciência de Ensinar Papagaio” (1984), “No Campo de Margaridas” (1986), “De Uma Vez Por Todas” (1996), “Silêncio e Palavra” (2001) e “Ajuste de Contas” (2014). Em 2018 fez, especialmente para Xapuri, o poema “O sonho que cresce no chão da floresta”, para marcar os 20 anos do assassinato de Chico Mendes, seu amigo em vida.

Foto interna: Portal do Amazonas. Capa: Biosfera. 


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


Revista Xapuri

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?
ASSINE AQUI