numa manhã de estio
o vento soletra versos
nas últimas notas
do cantar
dos passarinhos
e se misturam
como tintas
a base d’água
nas mãos dos pequeninos.
(que insano
seria eu
não agradecer
o riso e a lágrima
pelo milagre da Vida?!)
(palavras-versos numa manhã de estio. encantado, 17/09/2020.)

Salve! Este site é mantido com a venda de nossos produtos. É também com a venda deles que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar nosso e-book Réquiem para o Cerrado, ou assinar nossa revista Xapuri, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência.  Importante: Nossa Loja Solidária está em manutenção e volta em breve, com lindas camisetas e mais novidades. Até lá, precisando de algo, por favor fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: